UNIVERSIDADE COM A SOCIEDADE

notícias - 23.01.2012


Residências Multiprofissionais em Saúde ofertam 66 vagas

Projetos se candidataram ao Programa Nacional de Bolsas para Residências Multiprofissionais e em Área Profissional da Saúde e conquistaram 66 bolsas para o Estado. Edital está em fase de finalização.

O Estado do Pará teve seus projetos para a implantação da Residência Multiprofissional em Saúde aprovados pelos Ministérios da Educação (MEC) e da Saúde (MS), na última quarta-feira (18). A partir de agora, a Universidade do Estado do Pará (Uepa) em conjunto com os Hospitais Ophir Loyola, Fundação Santa Casa de Misericórdia, Metropolitano de Urgência e Emergência e Hospital de Clínicas Gaspar Vianna vai ofertar 66 vagas para os cursos de pós-graduação, divididas nas seguintes especialidades: Estratégia Saúde da Família; Atenção a Saúde Mental; Atenção a Saúde Cardiovascular; Urgência e Emergência no Trauma; Oncologia - Cuidados Paliativos e Saúde da Mulher e da Criança.

O edital que vai selecionar os futuros residentes está em fase de finalização, para então ser aprovado e publicado. Entretanto, a coordenadora da Comissão de Residência Multiprofissional em Saúde (Coremu),Ana Gracinda Ignácio da Silva, adianta que poderão participar da seleçãoenfermeiros, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, psicólogos, assistentes sociais, fonoaudiólogos, farmacêuticos e nutricionistas, oriundos de instituições reconhecidas e que atendam os critérios previstos no edital.

“O Programa funcionará em horário e dedicação integral com módulos teóricos e práticos, tendo como maior característica o treinamento em serviço, portanto a maior carga horária será a de estágio, a da prática. Acontecerá em Belém e poderá acontecer também em outro município, se for necessário para o desenvolvimento da formação do residente. O período do programa é de dois anos”, explica Ana Gracinda.

Segundo a professora, o fato de o Pará ter sido aprovado com 66 bolsas, o maior número em todo o País, é consequência de um esforço interdisciplinar e interinstitucional de profissionais comprometidos com a qualidade do Ensino e da saúde, que se uniram e construíram os projetos, acreditando que poderia dar certo. “Significa uma aproximação salutar e fundamental do ensino e serviço, um compromisso político do Estado, da Universidade e dos hospitais envolvidos, que serão as instituições parceiras da Uepa neste grande empreendimento. Representa um movimento empreendedor na formação em saúde do qual tenho o privilégio de fazer parte”, afirmou Ana.

“É muito gratificante constatar que em menos de um ano, a proposta feita pela Uepa, em uma reunião no Gabinete da Reitora, antes mesmo da posse  do secretário doutor Hélio Franco e posteriormente na Sespa, com a secretária adjunta doutora Rosemary Goes, foi de pronto aceita como uma bandeira a ser estimulada, unindo a Uepa e os hospitais do Estado, para de forma sinérgica e articulada, construírem o projeto que trará grande impacto para a assistência em saúde no Pará”, conta a reitora da Uepa, Marília Brasil Xavier. “Somada à ampliação e interiorização das residências médicas, a residência multidisciplinar é o caminho para elevar a qualidade da assistência e da formação em saúde. Dessa forma, a Uepa, articulada com a Sespa e os hospitais de ensino, cumpre seu papel na formação em saúde e isso só foi possível graças ao compromisso e dedicação da equipe que escreveu o projeto”, acredita Marília.

Os residentes serão qualificados para atuar na atenção a saúde pública ou privada e na prevenção e promoção da saúde, de acordo com as Diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS). O conhecimento e a experiência dos residentes nas áreas e programas de gestão em saúde trarão, garante a coordenadora, um cuidado mais humanizado, competente, eficaz e eficiente para os cidadãos paraenses.

Sobre as Residências Multiprofissionais

As Residências Multiprofissionais e em Área Profissional da Saúde, criadas a partir da promulgação da Lei n° 11.129 de 2005, são orientadas pelos princípios e diretrizes do SUS, a partir das necessidades e realidades locais e regionais, e abrangem as seguintes áreas: Biomedicina, Ciências Biológicas, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Medicina Veterinária, Nutrição, Odontologia, Psicologia, Serviço Social e Terapia Ocupacional.

Todas elas são avaliadas pela Comissão Nacional de Residência Multiprofissional em Saúde (CNRMS) e coordenadas conjuntamente pelo MS e MEC. Entre as principais atribuições estão avaliar os programas de Residência Multiprofissional de acordo com os princípios e diretrizes do SUS e que atendam às necessidades sócioepidemiológicas da população brasileira; credenciar os programas de Residência Multiprofissional e as instituições habilitadas para oferecê-lo; registrar certificados de Programas de Residência Multiprofissional de validade nacional, com especificação de categoria e ênfase do programa.

 

Foto: Mácio Ferreira

Núcleo de Apoio ao Servidor Ouvidoria da Uepa Protocolo online Portal de Periódicos da Uepa
periódicos capes Parfor Universia Portal da Agência Pará

Universidade do Estado do Pará - UEPA
ascom@uepa.br - Rua do Una, nº 156 - Belém - Pará - Brasil - 66.050-540 - Telégrafo
fone: (91) 3299-2200