UNIVERSIDADE COM A SOCIEDADE

notícias - 23.01.2012


Residências Multiprofissionais em Saúde ofertam 66 vagas

Projetos se candidataram ao Programa Nacional de Bolsas para Residências Multiprofissionais e em Área Profissional da Saúde e conquistaram 66 bolsas para o Estado. Edital está em fase de finalização.

O Estado do Pará teve seus projetos para a implantação da Residência Multiprofissional em Saúde aprovados pelos Ministérios da Educação (MEC) e da Saúde (MS), na última quarta-feira (18). A partir de agora, a Universidade do Estado do Pará (Uepa) em conjunto com os Hospitais Ophir Loyola, Fundação Santa Casa de Misericórdia, Metropolitano de Urgência e Emergência e Hospital de Clínicas Gaspar Vianna vai ofertar 66 vagas para os cursos de pós-graduação, divididas nas seguintes especialidades: Estratégia Saúde da Família; Atenção a Saúde Mental; Atenção a Saúde Cardiovascular; Urgência e Emergência no Trauma; Oncologia - Cuidados Paliativos e Saúde da Mulher e da Criança.

O edital que vai selecionar os futuros residentes está em fase de finalização, para então ser aprovado e publicado. Entretanto, a coordenadora da Comissão de Residência Multiprofissional em Saúde (Coremu),Ana Gracinda Ignácio da Silva, adianta que poderão participar da seleçãoenfermeiros, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, psicólogos, assistentes sociais, fonoaudiólogos, farmacêuticos e nutricionistas, oriundos de instituições reconhecidas e que atendam os critérios previstos no edital.

“O Programa funcionará em horário e dedicação integral com módulos teóricos e práticos, tendo como maior característica o treinamento em serviço, portanto a maior carga horária será a de estágio, a da prática. Acontecerá em Belém e poderá acontecer também em outro município, se for necessário para o desenvolvimento da formação do residente. O período do programa é de dois anos”, explica Ana Gracinda.

Segundo a professora, o fato de o Pará ter sido aprovado com 66 bolsas, o maior número em todo o País, é consequência de um esforço interdisciplinar e interinstitucional de profissionais comprometidos com a qualidade do Ensino e da saúde, que se uniram e construíram os projetos, acreditando que poderia dar certo. “Significa uma aproximação salutar e fundamental do ensino e serviço, um compromisso político do Estado, da Universidade e dos hospitais envolvidos, que serão as instituições parceiras da Uepa neste grande empreendimento. Representa um movimento empreendedor na formação em saúde do qual tenho o privilégio de fazer parte”, afirmou Ana.

“É muito gratificante constatar que em menos de um ano, a proposta feita pela Uepa, em uma reunião no Gabinete da Reitora, antes mesmo da posse  do secretário doutor Hélio Franco e posteriormente na Sespa, com a secretária adjunta doutora Rosemary Goes, foi de pronto aceita como uma bandeira a ser estimulada, unindo a Uepa e os hospitais do Estado, para de forma sinérgica e articulada, construírem o projeto que trará grande impacto para a assistência em saúde no Pará”, conta a reitora da Uepa, Marília Brasil Xavier. “Somada à ampliação e interiorização das residências médicas, a residência multidisciplinar é o caminho para elevar a qualidade da assistência e da formação em saúde. Dessa forma, a Uepa, articulada com a Sespa e os hospitais de ensino, cumpre seu papel na formação em saúde e isso só foi possível graças ao compromisso e dedicação da equipe que escreveu o projeto”, acredita Marília.

Os residentes serão qualificados para atuar na atenção a saúde pública ou privada e na prevenção e promoção da saúde, de acordo com as Diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS). O conhecimento e a experiência dos residentes nas áreas e programas de gestão em saúde trarão, garante a coordenadora, um cuidado mais humanizado, competente, eficaz e eficiente para os cidadãos paraenses.

Sobre as Residências Multiprofissionais

As Residências Multiprofissionais e em Área Profissional da Saúde, criadas a partir da promulgação da Lei n° 11.129 de 2005, são orientadas pelos princípios e diretrizes do SUS, a partir das necessidades e realidades locais e regionais, e abrangem as seguintes áreas: Biomedicina, Ciências Biológicas, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Medicina Veterinária, Nutrição, Odontologia, Psicologia, Serviço Social e Terapia Ocupacional.

Todas elas são avaliadas pela Comissão Nacional de Residência Multiprofissional em Saúde (CNRMS) e coordenadas conjuntamente pelo MS e MEC. Entre as principais atribuições estão avaliar os programas de Residência Multiprofissional de acordo com os princípios e diretrizes do SUS e que atendam às necessidades sócioepidemiológicas da população brasileira; credenciar os programas de Residência Multiprofissional e as instituições habilitadas para oferecê-lo; registrar certificados de Programas de Residência Multiprofissional de validade nacional, com especificação de categoria e ênfase do programa.

 

Foto: Mácio Ferreira

Núcleo de Apoio ao Servidor Ouvidoria da Uepa Protocolo online Portal de Periódicos da Uepa
periódicos capes periódicos capes portal saude Parfor Portal da Agência Pará

Universidade do Estado do Pará - UEPA
ascom@uepa.br - Rua do Una, nº 156 - Belém - Pará - Brasil - 66.050-540 - Telégrafo