Governo inaugura Bloco de Laboratórios da Uepa em Altamira

 
Acompanhado do vice-governador, Lúcio Vale, e do reitor da Uepa, Rubens Silva, o governador conheceu os novos laboratórios da Uepa - que vão permitir, por exemplo, a implantação do curso de Enfermagem no município, já a partir do segundo semestre - e festejou a expansão da Universidade. Apenas nesta gestão, seis novos cursos foram criados, incluindo o de Enfermagem em Altamira. Com isso, mais 210 estudantes ganharam uma vaga na instituição e começarão a estudar em agosto. "Temos a obrigação de facilitar o acesso ao serviço. E a educação é um dos serviços de maior importância. Se nós conseguirmos ofertar um curso por meio digital e tivermos parcerias com as prefeituras, as chances de avançarmos para um número muito maior de cursos nos próximos quatro anos passa a ser real, levando em conta, sempre, as vocações locais", enfatizou.
 
O reitor da Uepa, Rubens Silva, ressaltou que, hoje, a Uepa está presente em 17 municípios, com 21 campi. Segundo ele, na gestão Helder, o número de cursos ofertados saiu de 120 para 126. Os novos são o de Enfermagem em Altamira; de Engenharia de Produção e Ambiental, em Castanhal; Fisioterapia em Tucuruí e Música, em Bragança e Marabá. "Sabemos que a educação reduz a pobreza, melhora a distribuição de renda e ajuda a interiorizar o capital humano tão necessário ao desenvolvimento do nosso Estado", pontuou.
 
Para a abertura dos novos cursos, de acordo com o reitor, mais 21 novos professores estão sendo contratados, quatro dos quais ficarão em Altamira para a abertura do curso de Enfermagem. "Com isso, agora, temos a oferta do curso de Enfermagem em cinco lugares diferentes do Estado: Belém, Altamira, Santarém, Conceição do Araguaia e Tucuruí, formando gente para dar suporte aos nossos hospitais regionais", completou Silva.
 
O Bloco de Laboratórios Prof.ª Edna Cristina Gonçalves dos Santos, com oito laboratórios ao todo, é fruto de fundos do Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável do Xingu (PDRS Xingu), que objetiva implementar políticas públicas e iniciativas da sociedade civil para promover o desenvolvimento sustentável e a melhoria da qualidade de vida de mais de 400 mil pessoas que habitam os municípios de Altamira, Anapu, Brasil Novo, Gurupá, Medicilândia, Pacajá, Placas, Porto de Moz, São Felix do Xingu, Senador José Porfírio, Uruará e Vitória do Xingu.
 
Além da estrutura física do prédio, com área total de 730,18 m2, a Uepa ainda capitalizou recursos para a compra de equipamentos dos laboratórios, para a aquisição de um micro-ônibus, para estruturar o sistema de refrigeração, a acessibilidade e segurança eletrônica do bloco e para a reforma da guarita e estacionamento do Campus IX, totalizando um investimento de R$2,2 milhões.
 
O bloco é formado por dois andares e compreende os Laboratórios de Biologia/Microbiologia; de Química/Farmacologia; de Anatomia Humana; de Semiologia/Semiotécnica; de Qualidade Ambiental; de Matemática; de Esforço Resistido e de Informática.
 
Além disso, a nova estrutura conta com uma sala para o Núcleo de Pesquisas e Práticas em Educação Popular e Diferenciada (NUPPEPD), uma sala técnica de sistemas eletrônicos (para servidores), quatro banheiros (sendo dois adaptados às pessoas com deficiência) e uma plataforma elevada. Entre as novidades do local, destaca-se o NUPPEPD, voltado às práticas educativas para povos tradicionais e alfabetização de adultos.
 
O Bloco também homenageia a professora Edna Cristina Gonçalves dos Santos, que foi aluna e, posteriormente, professora do curso de Educação Física do campus de Altamira e faleceu precocemente, aos 28 anos, em 2016. A família dela esteve presente ao ato de inauguração para prestigiar a homenagem.
 
Segundo o coordenador do campus de Altamira, Lair Freire, hoje, a Uepa atende no local, cerca de 330 estudantes de toda a região do Xingu. Para ele, os novos laboratórios vão incrementar ainda mais a qualidade do ensino já ofertado pela Uepa. "São laboratórios equipados com ferramentas modernas e adequadas ao bom funcionamento dos cursos aqui ofertados. É um grande avanço para o nosso campus", frisou.
 
Texto: Elck Oliveira/ Ag. Pará
Fotos: Marcelo Seabra, Osvando Alves e Alex Ribeiro.