Planetário arrecada mais de uma tonelada de alimentos em campanha

 
 
A entrega dos alimentos não-perecíveis angariados durante a campanha Natal Solidário do Centro de Ciências e Planetário do Pará (CCPP) da Universidade do Estado do Pará (Uepa) ocorreu na manhã de hoje, 12 de dezembro. Representantes das entidades contempladas, a Paróquia de Santa Edwiges e a Instituição Assistencial Espírita Lar de Maria, receberam, com alegria, os itens doados pelo público do espaço desde o mês de outubro.
 
O vigário da Paróquia de Santa Edwiges, Padre Luciano Pereira, fez uma oração ao redor das doações. Mais de 600 quilos dos alimentos integrarão cestas básicas que serão entregues no próximo sábado a 350 famílias. “Muitas delas não têm nada. Ao longo do ano fazemos esse atendimento e também ajudamos com remédios. A Igreja fica feliz e o próprio Deus também fica. Essa contribuição começa com os agricultores que plantaram, as pessoas que transportaram e todo o processo produtivo. Oremos por elas também”, pediu. 
 
O Lar de Maria recebeu outros 400 quilos que auxiliarão 200 famílias. A instituição oferta reforço escolar e aulas de arte, música e teatro para crianças dos bairros de São Brás, Terra Firme e Guamá. “Os alimentos reforçarão o almoço delas. Esperamos também ter oportunidade de trazê-las para conhecer o Planetário”, desejou Priscilla Castro, assistente administrativa da organização.  
 
A segunda edição da campanha Natal Solidário trocou ingressos para as sessões de cúpula e visitações ao centro de ciências em datas específicas. A diretora do Planetário, Sinaida Vasconcelos, agradeceu aos servidores, estagiários e à gestão superior pelo empenho na condução da campanha. “Em tempos difíceis de desamor e perda de valores, é muito bom ver o gesto de milhares de pessoas que passaram por aqui. É algo que deve ser multiplicado e não restrito a essa época do ano”, complementou.
 
A ação revela uma das maneiras da instituição de aproximar os jovens da cultura científica e de estar em interação com a comunidade. “A Uepa tem a característica de dialogar com a sociedade, é um modo diferente de interagir. O Planetário faz a ciência do cotidiano e servidores e estudantes que atuam aqui tem essa missão de estar próximos”, declarou o reitor Rubens Cardoso. Para a pró-reitora de Extensão, Alba Raithy, a ação é gratificante e deve ter continuidade. “Desejamos fortalecê-la cada vez mais e colaborar na mediação do processo”, afirmou. 
 
Texto: Dayane Baía
Fotos: Nailana Thiely