Uepa participa da Feira Agropecuária de Paragominas

 
A Universidade do Estado do Pará (Uepa) participará da 51ª Feira Agropecuária do Município de Paragominas (Agropec), no sudeste do Pará. A instituição contará com um estande onde estão previstas a realização de palestras sobre o vestibular, os cursos de graduação, os projetos de pesquisa e extensão, dentre outras atividades. A Feira está programada para ocorrer às 19h, no Parque de Exposições Almílcar Tocantins, entre os dias 12 a 20 de agosto.
 
A Agropec, considerada um dos maiores eventos agropecuários do Estado, surgiu com a proposta de atrair investimentos e apresentar as maiores novidades dentro do agronegócio nacional. Em 2016, a Feira injetou na economia do município aproximadamente 30 milhões de reais, gerando, dessa forma, inúmeras oportunidades de emprego. Neste ano, o interior do Parque está abrigando cerca de dois mil estandes, destinados a palestras sobre o setor agrícola. 
 
Segundo o Sindicato dos Produtores Rurais de Paragominas são esperados 250 mil visitantes durante os oito dias do evento. Entre eles estão: empresários do ramo da mineração e do agronegócio; micro e pequeno empreendedores; artesãos; estudantes em busca de qualificação educacional e profissional; e demais segmentos da comunidade em geral.
 
A Uepa, sendo uma instituição responsável por promover a educação profissional e tecnológica por meio do ensino, pesquisa e extensão, aproveitará a ocasião para realizar palestras educacionais, testes vocacionais e esclarecimento sobre os cursos de graduação ofertados. O momento representará uma oportunidade de diálogo acerca das diversas ações e projetos desenvolvidos pela Universidade voltados ao crescimento socioeconômico e ambiental da região.
 
O campus universitário de Paragominas tem se destacado na oferta de cursos em nível de formação superior voltados à crescente demanda da agroindústria, da mineração e de setores ligados ao meio ambiente. Ao atender essa necessidade, a instituição busca ajudar no desenvolvimento regional sustentável, na valorização da diversidade e na integração dos saberes. 
 
Texto: Marcus Passos, com informações da Uepa Paragominas
 
Tags: