Alunos do Forma Pará fazem visita técnica no Campus IV

 
Corpo docente do curso de Enfermagem em Curuçá em bate-papo com os alunos

O auditório do Campus IV da Universidade do Estado do Pará (Uepa) recebeu alunos do curso de Enfermagem, vinculados ao Programa Forma Pará, na cidade de Curuçá, para uma visita técnica e reunião sobre a execução do curso no município. O Forma Pará é uma ação do Governo que tem como objetivo diminuir o déficit de acesso ao ensino superior, por meio do aumento do número de cursos ofertados pelas universidades públicas no Pará.

Segundo a vice-reitora da Uepa, Ilma Pastana, a parceria da instituição junto ao Programa é fruto de uma busca da gestão em ofertar educação superior para aquelas pessoas que não tem acesso fácil à Universidade. “É necessário levar a Uepa para todos os municípios possíveis do nosso Estado e mais importante ainda é fazer o acompanhamento desses estudantes vinculados ao programa Forma Pará com o intuito de escutar a sua voz e as demandas da sua realidade para que possamos ofertar um bom curso para eles”, afirmou.

Organizada pela coordenação do Campus IV junto aos discentes, a visita técnica buscou aproximar alunos e o corpo docente vinculado ao Programa Forma Pará, para expandir o diálogo sobre as pautas do curso de Enfermagem no município de Curuçá, por meio da escuta e feedback dos discentes. Segundo a coordenadora do curso de Enfermagem, Margarete Bittencourt, essas reuniões e visitas técnicas são momentos que somam de forma positiva para a construção do curso. “A organização das visitas técnicas e das reuniões são muito proveitosas para nós, pois podemos ter noção da realidade que esses alunos enfrentam e assim a gente pode agir de forma assertiva a partir do que escutamos deles”, comentou.

Para os moradores dos municípios atendidos pelo Forma Pará, a oferta de cursos se configura como uma oportunidade de acesso ao conhecimento científico e à qualificação profissional. Segundo o discente do curso de Enfermagem do Forma Pará em Curuçá, Marcos Ribeiro, a existência do curso no interior do Estado foi uma porta que se abriu na sua vida. “Desde que eu soube que iria haver cursos do Forma Pará vinculados à Uepa na minha cidade, eu fiquei feliz e me preparei para estar aqui agora, assim como todos os meus colegas. A recepção e acolhimento dos professores e da Reitoria nesse processo de execução do Programa demonstra que iremos ter um bom desenvolvimento do curso até o seu final, pois já percebi que teremos voz e iremos estar em constante contato com eles”, ponderou.

Também participaram da reunião a vice-diretora do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), Simone Beverly; o representante do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem (NUPEP), Mario Antônio; a pró-reitora de Graduação, Maria Célia Virgolino; a representante da Diretoria de Desenvolvimento e Ensino (DDE), Regina Cunha; a titular da Coordenação de Apoio e Desenvolvimento ao Ensino, Pesquisa, Extensão e Pós-Graduação (COAD), Mary Elizabeth de Santana; a chefe do Departamento de Enfermagem Hospitalar, Márcia Helena; a chefe do Departamento de Enfermagem Comunitária, Maria Liracy; a coordenadora adjunta do Curso de Enfermagem do Forma Pará em Curuçá, Maridalva Leite; o coordenador do Forma Pará pela Uepa, Messias Furtado; e o representante do Centro Acadêmico de Enfermagem (CAEnf), Ricardo Silva.

Texto e fotos: Daniel Leite Jr (Ascom Uepa)