Eventos sobre educação ambiental debatem mudanças climáticas

 
Organização do EEACE e da Expociência contam com a participação de mais de 200 pessoas na primeira edição on-line.
 
O Núcleo de Estudos em Educação Cientifica, Ambiental e Práticas Sociais (NECAPS) da Universidade do Estado do Pará, inicia amanhã, 24, o VII Encontro de Educação Ambiental em Contextos Escolares (EEACE) e a XI Expociência, com o tema Amazônia e Mudanças Climáticas: Chuva de Experiências e Saberes, que será realizado de forma on-line. Com mais de 250 inscritos, a programação, que seguirá até o dia 26, poderá ser assistida por quem não efetivou inscrição, mas essas pessoas não terão direito ao certificado de participação.
 
No EEACE o objetivo é discutir sobre questões ambientais desenvolvidas no âmbito escolar, "no coletivo de professores e alunos, suas possibilidades, dificuldades e relevância deste fazer para a formação de professores e da juventude da Educação Básica", conforme explica a comissão organizadora. 
 
A Problemática Ambiental e as Mudanças Climáticas da Amazônia no Currículo; Juventude e Mudanças Climáticas no Contexto Escolar; Formação de Professores e as Mudanças Climáticas; Práticas, Experiências e Saberes Relacionados às Questões Ambientais; Mudanças Climáticas no Ambiente Escolar e Propostas de Uso das TICs Voltadas às Questões Ambientais pela Escola são os eixos que estruturam o Encontro.
 
O Necaps, atua na dimensão científica, ambiental e de promoção à saúde de forma articulada com a realidade ambiental, especialmente amazônica, com o desenvolvimento de atividades que abarcam aspectos ecológicos, sociais, culturais, tecnológicos, religiosos e espirituais. Uma das integrantes do Necaps, professora Mairna Costa Dias, afirma que o Núcleo desenvolve ações de educação ambiental junto à juventude paraense em diversos espaços, escolares e também não escolares. "Atualmente, o Necaps desenvolve atividades com crianças e jovens ribeirinhos da região de Igarapé Miri, no sentido do resgate e valorização dos saberes amazônicos, por meio de atividades lúdicas, com oficinas pedagógicas", explica a professora.
 
A coordenadora do Necaps, professora Tânia Roberta Costa de Oliveira, destaca o fato de que este ano será a primeira vez em que o EEACE e a Expociência serão realizadas simultaneamente, como um evento só. Ela relembra que inicialmente a Expociência era uma atividade curricular dos alunos do curso de Pedagogia e que foi aberta à participação de todos. "A Expociência existe desde 2014, como um projeto desenvolvido em parceria com a professora Cassia Regina Rosa Venâncio, nas licenciaturas de Química, Física e Biologia. Dessa vez, independente das dispciplinas, os alunos puderam enviar trabalhos que serão exibidos em vídeos, enquanto os autores e autoras estarão on-line para responderem as perguntas", detalhou a professora.
 
Entre os minicursos ofertados, que aceitam a participação de ouvintes, estão: Mudanças Climáticas na Amazônia: Um Olhar a partir da Educação Ambiental Crítica e Apps Google para a Educação.
 
Equipe organizadora
Tânia Roberta Costa de Oliveira, Cassia Regina Rosa Venâncio, Maria de Nazaré dos Remédios Sodré, Elena Lima, Maria José Cravo, Vânia Lobo, José Ricardo Alencar, Michel Guedes, Mairna Dias; Neriane da Hora e Adriano Addario.
 


Texto: Guaciara Freitas (Ascom Uepa)
 
Foto: Nailana Thiely (Ascom Uepa)