Mestrado em Biologia Parasitária na Amazônia recebe inscrições

 
O Mestrado em Biologia Parasitária na Amazônia visa uma formação interdisciplinar e as aulas teóricas serão desenvolvidas no campus II.
 
A Universidade do Estado do Pará (Uepa), por meio do Programa de Pós-Graduação em Biologia Parasitária na Amazônia (BPA) realiza inscrições exclusivamente on-line, até o dia 3 de dezembro, para o processo seletivo do curso de Mestrado. Ao todo são 12 vagas ofertadas, sendo quatro para servidores técnicos e docentes do quadro efetivo da Uepa ou do Instituto Evandro Chagas (IEC), sete para ampla concorrência, e uma para portadores de necessidades especiais, a serem preenchidas de acordo com os critérios definidos no edital.
 
A seleção destina-se a graduados com diploma nas áreas das ciências biológicas ou da saúde, reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC). A classificação dos candidatos será pela média das notas obtidas nas fases de avaliação do projeto de pesquisa, análise do Curriculum Lattes e realização de entrevista. A entrega do projeto de pesquisa, correpondente à primeira etapa da seleção, deverá ser realizada até o dia 10 de dezembro e o candidato deve ficar atento para um diferencial: a obrigatoriedade de que o projeto esteja assinado pelo candidato e pelo provável orientador. 
 
O Programa de Pós-Graduação em Biologia Parasitária na Amazônia é vinculado ao Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), e desenvolvido em parceria com o IEC. Está estruturado na área de concentração Biologia de Agravos Infecciosos na Amazônia, e possui três linhas de pesquisa: Epidemiologia de Microrganismos e Parasitos; Fisiopatologia Humana e Experimental de Processos Infecciosos, e Morfologia e Genética de Agentes Infecciosos, Parasitos Vetores de Endemias na Amazônia.
 
 
Serviço
 
Seleção do Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Biologia Parasitária na Amazônia.
 
Inscrições e pagamento de taxa: até 3 de dezembro .
 
Resultado final: 27 de janeiro.
 
Período de matrícula: 28 a 31 de janeiro.
 
 
Texto: Larissa Silva (Ascom Uepa)
 
Foto: Nailana Thiely (Arquivo Ascom Uepa)
Tags: