Planetário recebe cerca de 2,5mil visitantes durante a Feira do Livro

 
Os visitantes puderam participar de experiências no CCPPA
Os visitantes puderam participar de experiências no CCPPA

 

A 24ª Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes também possibilitou a voz da ciência na edição de 2021. Os visitantes puderam ter experiências únicas no Centro de Ciências e Planetário do Pará (CCPPA) que, pela primeira vez, fez parte do evento, realizado de 1 a 5 de dezembro, na Arena Guilherme Paraense. O CCPPA é um espaço de educação não formal, vinculado à Universidade do Estado do Pará (Uepa), localizado na Rodovia Augusto Montenegro, próximo ao Magueirinho, em Belém.

O Planetário recebeu 13  escolas e cerca de 2.500 visitantes nos dias da Feira do Livro. Eles vivenciaram sessões de cúpula e atividades em todos os espaços de conhecimento do Centro: matemática, química, física e biologia. Palestras socioeducativas realizadas pela Pró-Reitoria de Extensão da Uepa (Proex), com apoio dos cursos de Biomedicina, Fisioterapia e Enfermagem da Universidade, também foram desenvolvidas durante a programação.

A diretora do Centro de Ciências e Planetário, Acylena Coelho, contou que “a experiência foi ímpar”, ao participar da Feira do Livro. “Nós tivemos a possibilidade de abrir as portas para a sociedade de forma geral e muitas pessoas que vieram verbalizaram que tinha sido a primeira vez e isso foi bem impactante para nós, pois era exatamente esse objetivo: que o público pudesse conhecer esse espaço e que sentisse vontade de voltar”, compartilhou.

O professor Antônio Brito foi comprar alguns livros e aproveitou para levar a família para conhecer o Planetário. “Eu achei uma iniciativa muito importante, de aproximar e possibilitar à população e aos alunos a visita a esse espaço”, contou. Animada, Estela Brito, filha do professor Antônio, aproveitou a oportunidade para conhecer o espaço. “Eu já tinha ouvido falar na escola, mas eu nunca tinha vivido uma experiência dessas. Agora eu quero vir mais vezes porque tem muita coisa”, afirma.

Uepa presente na 24ª Feira Pan-Amazônica

Para oferecer acessibilidade às pessoas com deficiência física, auditiva e visual, o projeto  Lamparina Acesa, vinculado ao Núcleo e Grupo de Pesquisa Culturas e Memórias Amazônicas (CUMA) da Uepa, ofereceu para mais de 50 pessoas serviços de guia-vidente e intérpretes da Língua Brasileira de Sinais (Libras), realizados por estudantes de Libras e voluntários, além de disponibilizar cadeiras de rodas paras o público que precisava de suporte.

A Editora da Universidade do Estado do Pará (Eduepa) também marcou presença na 24ª Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes. O espaço recebeu muitos visitantes e realizou o lançamento das obras Sabenças do Padrinho, da professora Maria Betânia Barbosa de Albuquerque; e Religião e Cultura Visual no Brasil: Desafios e Métodos e Evangélicos e Pentecostais do  Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião. No domingo, 5, último dia da Feira, também foram lançadas seis obras de professores da Uepa, no estande da Imprensa Oficial do Estado (Ioepa).

 

Texto: Rebeca Costa (Ascom Uepa)

Foto: Nailana Thiely/ Rebeca Costa (Ascom Uepa)